fotografia abstrata, fotografia conceitual, geometria, geométrico, fotografia autoral, fine art photography, art, arte brasil, fotógrafos brasileiros, fotografia contemporânea, ordicalder, ordi calder, fotografia edição limitada, arte investimento, fotografia para colecionar
Fotógrafo Fine Art com trabalho Autoral reconhecido e premiado em dezenas de exposições e concursos e publicações, nacionais e internacionais, Ordí Calder percebe a poesia que subjaz ao "Real construído em formas geométricas". Seu Olhar é seduzido pelas formas estéticas desenhadas de luz do sol em sombras, ao incidir estruturas e artefatos construídos pelas mãos humanas. A Geometria é um valor imutável dos Cosmos, como as Cores e as Notas musicais e a Eletricidade. Calder entende suas fotografias como mandalas que transmitem através da luz refletida no presente, que ativam as ondas capturadas, no ponto intrínseco formado por seu ponto de vista inextricável, a câmera fotográfica e, a realidade que presenciava naquele momento do Continuun Espaço-Tempo. A nível Quântico, somos todos feitos de ondas a vibrar desde o Vácuo Quântico e quando há o encontro de nossas ondas, nossa frequência, com as ondas capturadas nas Obras de Ordí Calder (acontece) o extraordinário encontro de ondas que podem transcender aquele momento e criar outras ondas, que criam outras... ou, a depender das frequências, sendo de alturas diferentes, uma onda suplanta a outra, n repercutindo em subjetivos enlevos de subjetividade. N repercutindo em viagens interiores a despertar memórias, associações, metáforas e comparações, n despertando a alma.
Coração Iluminado (1 de 1)
Caminho Natural (1 de 1)
Mônadas (1 de 1)
Coração de Artista (1 de 5)
Árvore Amputada (1 de 1)
Organografia (1 de 1)
Raíz Quadrada (1 de 1)
Mirrors (1 de 1)
Linguagem da Luz (1 de 1)
Padrão Natural (1 de 1)

Grafias de Luz, Organografias

As formas geométricas são um valor imutável do cosmos, se a Terra deixar de existir, continuam a reger a matéria mineral e orgânica, onde houver. Mas aqui na Terra há vida, e está é organizada em bases geométricas, desde as moléculas às formas que vemos a olho nu, como a natureza vegetal, tão importantes em cidades nos ambientes artificiais das metrópoles. Estes seres vivos, sob a luz do sol, são anteparos e suas formas desenham sombras sobre as superfícies criadas pelo animal bípede, autodeno1 As formas geométricas são um valor imutável do cosmos, se a Terra deixar de existir, continuam a reger a matéria mineral e orgânica, onde houver. Mas aqui na Terra há vida, e está é organizada em bases geométricas, desde as moléculas às formas que vemos a olho nu, como a natureza vegetal, tão importantes em cidades nos ambientes artificiais das metrópoles.

Estes seres vivos, sob a luz do sol, são anteparos e suas formas desenham sombras sobre as superfícies criadas pelo animal bípede, autodenominado Homo Sapiens sapiens, com o uso da mesma geometria que apreendeu da Natureza em tempos imemoriais, conhecimentos que nos forneceram armas e ferramentas e "nos tiraram das cavernas"; A arquitetura é linguagem puramente geométrica.
Sim hoje estamos em Marte, temos telescópios a vasculhar o cosmos, temos a noção da imensidão da Teia Cósmica, da possibilidade real dos Multi-versos.. O Ser (des)Humano vai longe no Cósmos e é cúmplice de problemas sociais da Idade Média ou antes. No mesmo país como o Brasil, temos a miséria e o primeiro dos mundos na manutenção da corrupção que mantém o país colônia.

Ordi Calder, fotógrafo fine art internacional
Alimentado por Artmajeur